Escolas de Esportes
Tendência

Como fazer uma transmissão ao vivo de uma partida de e-sports

Aprenda a fazer uma transmissão ao vivo de uma partida de e-sports e saiba como isso pode alavancar o marketing da sua organização esportiva.

Nos últimos anos, a palavra streaming passou a integrar o vocabulário da geração digital. Os serviços de streaming são uma maneira de transmitir conteúdo pela internet sem que o usuário precise fazer o download. Esta transmissão é feita através de plataformas, podendo ser ao vivo ou não. 

Um dos exemplos mais recentes do uso do streaming são os jogadores de jogos eletrônicos, que transmitem suas partidas ao vivo para quem quiser assistir. 

Além deles, clubes e organizações esportivas estão transmitindo partidas de diversos jogos online. Por exemplo, a Copa em Casa MRV, onde jogos de FIFA 20 foram transmitidos para mais de 10 mil pessoas ao mesmo tempo

Se você quer saber como fazer estas transmissões ao vivo e como elas podem alavancar os negócios da sua organização esportiva, então leia este post até o final.

Antes de fazer uma transmissão ao vivo

Para fazer uma transmissão ao vivo, você precisa verificar alguns detalhes antes:

Conhecer as plataformas disponíveis para transmissão ao vivo

O YouTube, Facebook Gaming, Mixer e a Twitch são as plataformas mais utilizadas na internet. Contudo, nem todas são apropriadas para fazer uma transmissão nos moldes que sua organização pretende. 

Se o seu objetivo é ter mais visualizações, pense em qual plataforma você terá isso. Considere os seus inscritos no YouTube, o número de seguidores no Facebook e depois decida qual é a melhor para a sua transmissão. 

Mas se você almeja alcançar o público específico de um jogo, considere em qual das plataformas acontecem a maioria das transmissões de partidas. Por exemplo, a plataforma que concentra o maior número de jogadores de Dota 2 é a Twitch. Se o seu objetivo é alcançar este público, considere usar a Twitch como plataforma de transmissão. 

Conhecer estes detalhes e definir o que é mais estratégico deve ser seu primeiro passo. 

Saber quais são as ferramentas de transmissão ao vivo mais utilizadas

Definida a plataforma, agora é hora de escolher uma ferramenta para codificar o áudio e vídeo para fazer a transmissão

“E o que isso significa?”

Você precisa de um programa que ajuda a compactar o vídeo e áudio gerados na transmissão, transformando eles em um único arquivo. Assim a plataforma escolhida vai transmitir a partida sem nenhum problema. Isso é o que significa codificar vídeo e áudio. 

Desta maneira, você garante que nenhum problema vai atrapalhar a visualização da sua audiência. 

Os programas mais usados OBS e o Xsplit, ambos gratuitos e podem ser baixados na internet mesmo.

Verificar a disponibilidade dos jogadores para fazer a transmissão ao vivo

Com o conhecimento das plataformas, agora é hora de conversar com os jogadores que vão disputar as partidas. Nesta conversa é importante falar o que a sua organização pretende fazer, qual plataforma pretende usar e orientar os jogadores que não tem experiência, explicando como fazer a transmissão.

As contas nas plataformas devem ser criadas com antecedência, pois algumas delas pedem prazos de até 48 horas para autorizar a nova conta a transmitir. Portanto, converse com os jogadores o quanto antes e deixe tudo pronto!

Tudo pronto? Vamos entrar ao vivo!

Beleza! Com tudo certo para começar vamos te dar uma dica: peça aos jogadores que tornem a transmissão privada

“Mas por quê?”

Vamos te explicar: a transmissão é feita a partir das contas deles, dos cadastros individuais dos jogadores, portanto sua organização não terá a exclusividade de passar os jogos se for uma transmissão aberta. 

Então, faça isso mesmo: peça que seja privada, solicite o acesso ao jogo e depois retransmita no canal que a sua organização vai usar. Assim você direciona a transmissão para a melhor plataforma de acordo com a sua estratégia. 

3 dicas para deixar essa retransmissão ainda melhor

1. Divulgue, divulgue e divulgue!

Antes de tudo, trabalhe na divulgação nas redes sociais, sites, envie e-mails e informe o máximo de pessoas sobre a transmissão. Assim você terá mais pessoas assistindo

2. Ofereça espaço para os patrocinadores 

A transmissão pode ser um momento interessante para dar espaço aos seus patrocinadores. Através de anúncios, banners no cenário, parcerias e outros meios, você pode oferecer a eles mais variedade de canais e uma oportunidade única de ganhar visibilidade.

3. Transforme a transmissão em uma partida de futebol 

Abertura, pausas, narrador e um comentarista tornam a transmissão um verdadeiro evento para a sua organização esportiva. Por este motivo, não hesite em pensar em um formato que envolve mais o público e proporciona uma experiência completa.

Os benefícios de fazer uma transmissão ao vivo

As transmissões ao vivo oferecem inúmeras possibilidades de incrementar o marketing de um clube, escola de esportes ou time. Elas potencializam as competições de games, seja através de visibilidade, atração de novos públicos ou oferecendo espaço para patrocinadores. 

Portanto, com a evolução da tecnologia e a ascensão dos esportes eletrônicos, você pode tirar muito proveito disto para a sua organização esportiva. 

A gente entende que não é completamente simples fazer uma transmissão de e-games ao vivo, portanto se você quer auxílio de quem sabe como fazer, é só entrar em contato com a nossa equipe e vamos te ajudar!

Clique aqui para conversar com um dos nossos consultores e faça uma transmissão conosco! 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar