Curiosidades
Tendência

Coronavírus no esporte: o que vai mudar em 2020?

Saiba como o coronavírus afetou competições de diferentes modalidades ao redor do mundo.

No dia 11 de março deste ano, Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-chefe da Organização Mundial de Saúde (OMS) deu uma declaração dizendo que a expansão no coronavírus já é uma pandemia.

Pouco depois do anúncio oficial, dirigentes esportivos já estavam reunidos em todo o mundo, discutindo quais seriam primeiras medidas preventivas. 

Neste post vamos te contar o que foi decidido e o que vai mudar nas competições marcadas para 2020. 

O que vai mudar para o futebol

O calendário de várias competições foi alterado devido ao coronavírus, principalmente daquelas que envolvem viagens internacionais.

  • Eurocopa: ela seria disputada entre os dias 12 de junho e 12 de julho deste ano. Agora, a competição foi adiada para 2021 e vai acontecer entre os dias 11 de junho e 11 de julho. 
  • Liga dos Campeões: a Uefa determinou a suspensão por tempo indeterminado dos jogos que faltavam nas oitavas de final. Os times que já estavam classificados para as quartas são o PSG, RB Leipzig, Atlético de Madri e Atalanta.
  • Copa América: a Conmebol anunciou que os jogos seriam adiados para 2021 também, contudo sedes na Argentina e Colômbia ainda estão mantidas.
  • Libertadores: ao contrário da Copa América, a Conmebol decidiu suspender as partidas por tempo indeterminado
  • Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022: logo após as decisões feitas sobre os campeonatos regionais, a Conmebol solicitou a Fifa que as partidas eliminatórias para a Copa no Catar fossem adiadas. A Fifa autorizou, mas não há nenhuma data prevista para os jogos. 

As ligas nacionais de vários países tiveram seus jogos suspensos:

  • Espanha: com o time do Real Madrid em quarentena, o campeonato espanhol foi adiado por duas rodadas. 
  • Itália: como todo o país enfrenta uma situação delicada, os jogos foram suspensos até o dia 4 de abril. 
  •  França: até o dia 15 de abril todos os jogos serão a portas fechadas. 
  • Inglaterra: depois que o técnico do Arsenal, Mikel Arteta, foi diagnosticado com coronavírus, os jogos foram suspensos até o dia 13 de abril. 
  • Alemanha: o campeonato foi completamente paralisado e não há data definida para o retorno dos jogos. 

Portugal, Argentina, Chile, Colômbia e Equador também escolheram manter os portões fechados para o público, porém, por tempo indeterminado. 

Enquanto isso, no Brasil…

A situação é a seguinte: a CBF publicou um anúncio informando que a Copa do Brasil, Campeonatos Brasileiros Femininos A1 e A2, Campeonato Brasileiro Sub-17 e Copa do Brasil Sub-20 estão suspensos e sem previsão de retorno

As federações estaduais terão autonomia para escolherem como proceder de acordo com o que acharem que deve ser feito.

Além disso, o Flamengo passa por um momento cheio de dúvidas com o diagnóstico positivo para coronavírus do técnico Jorge Jesus. Todo o time, comissão técnica e funcionários do departamento de futebol foram testados e aguardam resultados.

Outros esportes que tiveram suas competições alteradas

Não foi apenas o futebol que teve seus jogos suspensos ou adiados. Outras modalidades esportivas também estão reagendando suas competições. Saiba quais são elas logo abaixo.

Atletismo

O Campeonato Mundial de Atletismo Indoor, que seria realizado em Nanjing, na China, foi adiado para 2021. De acordo com a World Athletics, a disputa ainda será na cidade chinesa, entre os dias 19 e 21 de março do ano que vem. 

Confira outros eventos que foram adiados:

  • Maratona Internacional de São Paulo;
  • Maratona de Londres, Inglaterra;
  • Maratona de Boston, Estados Unidos;
  • Campeonato Mundial de Meia Maratona de Atletismo de Gdynia, Polônia.

A Maratona de Tóquio não foi cancelada, mas impediu a participação de atletas amadores. Apenas os corredores de elite estão autorizados a participar da disputa.

Futebol Americano

Até o momento, a National Football League (NFL) não anunciou a interrupção das suas atividades e que as datas para o Draft 2020 estão mantidas. O evento vai acontecer entre os dias 23 e 25 de abril em Las Vegas, mas sem público presente. 

Aqui no Brasil, a Confederação Brasileira de Futebol Americano (CBFA) optou por suspender todas as suas competições até o final do primeiro semestre de 2020.

Vôlei

Nas quadras de vôlei a situação é semelhante, com várias paralisações. 

A Liga das Nações foi adiada e para depois dos Jogos Olímpicos de Tóquio, mas a data precisa ainda não foi confirmada pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB).


Já a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), optou pela suspensão dos jogos da Superliga Feminina e Masculina. Ainda sim, alguns jogos das quartas de final da divisão feminina serão mantidos e os portões vão ficar fechados.

As incertezas sobre as Olimpíadas de Tóquio em 2020

Marcadas para começar no dia 24 de julho às Olimpíadas de Tóquio estão, a princípio, confirmadas

O Comitê Olímpico Internacional (COI) divulgou uma nota no dia 17 de março, afirmando que vai manter as datas dos jogos a primeiro momento. O presidente da entidade, Thomas Bach, afirma: 

“Todas as medidas estão sendo tomadas para salvaguardar a segurança e os interesses dos atletas, treinadores e equipes de apoio”.

Mas nem todos compartilham desta visão. Haruyuki Takahashi, membro do grupo executivo do comitê sugeriu que as Olimpíadas fossem adiadas para 2021 ou 2022. Ao mesmo tempo, o chefe do comitê, Yoshiro Mori, classificou como “absurda” a mudança de data. 

Ainda no dia 17 de março, o primeiro-ministro, Shinzo Abe, afirmou publicamente que deseja realizar os eventos mesmo diante de uma pandemia de coronavírus. Outra afirmação feita foi de que os jogos não vão ser realizados sem a presença do público. 

A decisão final sobre as Olimpíadas ainda deve ser tomada, mas ao que tudo indica, a pira olímpica em Tóquio vai ser acesa no dia 24 de julho. 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar