CuriosidadesEscolas de Esportes

Para atletas: saiba como continuar treinando em meio a crise do coronavírus

Vamos te explicar como você pode se manter no ritmo em meio às restrições da pandemia.

O cenário de pandemia do coronavírus exige que medidas restritivas sejam tomadas para conter o contágio. Segundo o Ministério da Saúde, os espaços públicos com grande circulação de pessoas, ou que possam ter aglomerações, devem ser evitados. 

Neste contexto, esportistas amadores ou profissionais têm o acesso reduzido, ou suspenso, a centros de treinamento, clubes e espaços importantes para a prática de esportes.

Para te ajudar a se manter no ritmo, vamos dar 4 dicas do que você pode fazer todos os dias em meio a crise do coronavírus.

Consulte as orientações dadas pelo governo local sobre a transmissão do coronavírus

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira destacou:

“Não há uma regra única para todo o país. Cada região deve avaliar com as autoridades locais o que se deve fazer caso a caso. Neste momento, nós não temos o Brasil inteiro na mesma situação, por isso é importante analisar o cenário de casos e possíveis riscos”.

Estados como São Paulo e Rio de Janeiro já registram contágio comunitário do novo coronavírus e vários outros casos, portanto, possuem medidas mais rígidas para o controle da doença. 

Estados como Roraima e Rondônia ainda não registraram nenhum caso até o dia 18 de março e seguem em regime de prevenção.

Diante deste cenário siga atentamente as recomendações da Secretaria de Saúde do seu estado sobre o uso de espaços públicos como centros de treinamento, clubes e academias. 

Mantenha bons hábitos

Para atletas amadores, profissionais ou alunos de escolas de esportes, a manutenção de hábitos saudáveis na vida diária são imprescindíveis para não perder o ritmo. Além disso, eles criam uma rotina que a auxilia na preservação do condicionamento físico. 

Alterações bruscas nestes hábitos podem ser difíceis de contornar depois, portanto fique atento a estes 5 pontos:

Faça o que você puder fazer

Em situações como a pandemia do coronavírus, ajustes são necessários. O Ministério da Saúde aconselha:

“Quanto à frequência nas academias, a orientação é de optar por se exercitar ao ar livre em vez de fazer aulas de ginástica em locais fechados”.

Se você possui um espaço próximo a sua casa que não tenha aglomerações, pode ser um local interessante para a prática de exercícios. Porém, se esse não é o seu caso, existem outros recursos. 

Converse com um profissional 

Em clubes, academias e centros de treinamento, os profissionais da saúde trabalham para ajudar quem pratica atividades físicas. Eles são seus melhores amigos neste momento e podem te dar boas dicas do que pode ser feito em casa. 

Se você é um esportista amador ou profissional, entre em contato com eles através de uma ligação, WhatsApp e converse sobre suas necessidades e peça uma orientação. 

Se você está gerindo um time ou atletas, repasse as informações sobre treinamentos e exercícios que podem ser feitos dentro de casa. Desta maneira, você não só os ajuda a manterem-se condicionados fisicamente, mas oferece apoio enquanto gestor. 

Aulas online

Empresas como a Smart Fit, franqueadora de academias, estão disponibilizando aulas online com séries de exercícios que podem ser feitos em qualquer lugar. O programa se chama Treine em Casa e pode ser acessado gratuitamente. 

Além disso, existem inúmeras aulas disponíveis no YouTube e que são ministradas por educadores físicos, treinadores e preparadores. Reserve um tempo do seu dia para fazê-las! 

Alongue-se

O alongamento possui uma série de benefícios:

  • Diminuição da rigidez muscular;
  • Aumento do fluxo de sangue na área alongada;
  • Melhora oxigenação dos músculos;
  • Redução a dor;
  • Desenvolvimento de flexibilidade. 

Rotinas de alongamento podem ser seguidas dentro de casa, diariamente. Não subestime a importância deste exercício físico e mantenha o hábito de alongar-se.

Não desanime!

Devido a todas as medidas de segurança relativas ao coronavírus, muitos reajustes precisam ser feitos e outras soluções devem ser pensadas. Portanto, não exija de si mesmo um rendimento igual ao que teria em outra situação. 

Lembre-se que ao retornar às atividades, pode ser que tenha desafios. Atletas e esportistas terão que se preparar novamente, gestores terão que aguardar um pouco mais de tempo para campeonatos e todos teremos que ter um pouco de paciência. 

Portanto, não desanime! Estamos todos junto nessa. 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar